Exemplo

by Os Capiau

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
01:40
3.
00:41
4.
01:07
5.
01:51
6.
7.
8.
02:28
9.
10.
11.
12.
01:04
13.
01:30
14.
15.
16.
01:43

credits

released March 19, 2013

tags

license

about

Os Capiau Ipatinga, Brazil

Criada em março de 2003, possui a atual formação desde 2004. Os Capiau surgiu como uma tentativa de reafirmação de valores/questionamentos/posicionamentos vindos do interior. O primeiro cd, "Atividade de Cunho Social", foi composto e gravado com amigos como Sandro (Mukeka di Rato), Marco (Hasta Cuando) e Benito (Zion'z). O disco "Exemplo" traz uma banda mais madura com uma pegada mais agressiva. ... more

contact / help

Contact Os Capiau

Streaming and
Download help

Track Name: Aquelas bandeiras
Aquelas Bandeiras

Quem são aqueles caras que não olham no meu rosto?
Aqueles companheiros que juntam se honravam!
Escondem em fatos elaboram armações.
Aquela geração que afirmou o inconformismo?

Provocam emoções nos mais frios dos mortais.
Comemoram a impunidade degustando caros vinhos.
Invocam mil perdões de atitudes imorais.
Não sentem mal estar vestindo seda e linho.

Quem são os camaradas que andavam pelas ruas?
Palavras de ordem e aquelas bandeiras vermelhas?

Em gabinetes confortáveis com ar refrigerados.
Fazem vista grossa pros problemas nacionais.
Enquanto nós pagamos seus carros cotados em dólar.
Eles sempre contam prosa pois a moeda tanto faz.

Debocham da revolta de quem lhe deram causa.
Gargalhadas contidas pelos nós em suas gravatas.
Insultos precedidos de tratamentos educados:
Vossa excelência me desculpe, mas és um filho bastardo.

Quem são os camaradas que andavam pelas ruas?
Palavras de ordem e aquelas bandeiras vermelhas?
Track Name: Já basta
Já Basta

Já basta. Eu você acomodados.
Já basta. Alienação
Preguiça Comodismo. E se faltar o pão?
Talvez tomemos atitudes, deixemos de hipocrisia (dominante).

Décadas de mesmice. Inércia Política
Emitindo mentiras fantasiosas

Já basta. Saiam dessa casa.
Já basta. Discurso demagogo.
As siglas mudam. Mas a postura não.
Direito de escolha. Falta de opção.

Décadas de mesmice. Inércia Política
Emitindo mentiras fantasiosas
Track Name: Paradoxo
Paradoxo

Será que a paz não é uma utopia ?
Se partimos do princípio que por ela temos que lutar?
Lutar contra luta é o que fazemos para que possamos nos libertar.
A guerra pela paz tem que acabar.
Assim teremos certeza que nenhuma arma mais vai disparar.
Track Name: Ilusão
Ilusão

Pessoas não conseguem conversar
Com a veia petrificada
Sem interesse no outro
Aquele que ajuda um dia irá precisar

Tanta raiva, ódio e medo
De alguma coisa que irão inventar

Preso na futilidade da timidez
Ou na egocentricidade do umbigo
Milhões de pessoas vão passando
No espírito um vazio

Tanta raiva, ódio e medo
De alguma coisa que irão inventar

Não cumprimento um desconhecido
Não compartilho nada
Os dias vão passando
E é só mais uma pessoa
Track Name: Exemplo
Exemplo

Paz na Terra e não violência contra as crianças” *
Foi seu suplício.
Pratique sempre bons atos. E é isso!
Se alguém está vendo.
Se ninguém está vendo.
Seja você mesmo e é isso!

A cada minuto que passamos com raiva, perdemos 60 segundos felizes” *

*Frases copiadas de Mouzarth Lage *05/04/1983 +28/12/2008
Track Name: Sonhos, hinos e conceitos envelhecidos
Sonhos, hinos e conceitos envelhecidos

Os sonhos cheiram mal quando vão ficando velhos.
Os hinos são medíocres quando não invocam luta.
Conceitos de paz e justiça soam mesmo idiotas
quando os sonhos envelhecem e perde-se a motivação

Ventos sem bandeiras, histórias sem canções.
Discursos repletos de discórdias e lamentações.
Track Name: 37 não é febre
37 não é febre

37 não é febre
falta pouco para arder
Descaso com a saúde
Educação abandonada
Queimadas criminosas
Lucro a todo custo

Você não vale nada
Não é consultado
O lixo se acumula
Hiperconsumismo
O Infarto está próximo
Vai esperar apodrecer?


Insurgência inerte. O corpo está doente.
37 não é febre mas falta pouco para arder. Até quando você suporta?
Track Name: Despreparo
Despreparo

Eraldo desesperado ao telefone 190.
A vida decidida por um atendente despreparado.
Ou seria fuga de responsabilidades?
A polícia terceiriza seu dever de segurança.

“Senhor eles estão fazendo algo suspeito senhor?”

Na lápide fria a saudade manifesta.
Mais uma família vítima do descaso.
A segurança nunca é uma certeza.
Porque não é confortável ser abordado pela polícia?


Bom dia Brasil 30-01-10
Eraldo de Jesus Santos
Homem pede socorro ao 190 de Aracaju e não é atendido
http://www.youtube.com/watch?v=diXYi2jbSuE
Track Name: Churrasco da vitória com Obama (Parte 1)
Churrasco da vitoria com Obama

Depois de muita disputa o preto tirou o branco da jogada
Quem não podia ficar mais também não queria o preto na casa

Hoje é dia de festa
Festa na casa branca
Churrasco pro novo presida
Picanha na chapa do bush

O branco não foi convidado, não tinha champagne, mas tinha cachaça
Cerveja budweiser e picanha, na casa branca a resenha está paga

Mesmo com a festa de blues a coisa não era pra toda essa farra
O cara iria sofrer com óleo no mar e a crise a bater

Coréia do norte e Irã jogaram água no chopp do preto
Com bomba ou sem bomba no lado de lá, não era tão fácil a coisa ta preta
Track Name: Essa não é minha realidade
Essa não é minha realidade

Acreditando que tudo vale à pena.
Tipo um louco afirmando a todos sua verdade.
Tornando cada vez mais o engano do engano.
Essa é a nossa vida, comédia da humanidade.
Delirando cegamente o prazer de usufruir.
Vestindo bonitinho para pobreza ao meu redor.
E daí se tem um louco esticado na calçada?
A loucura é enxergar e ninguém fazer nada.

Tem que ter estômago de pedra. A desgraça já é de costume.
O importante é que tá tudo bem. A consciência virou chorume.

É passar por indigentes ou pessoas sem abrigo,
Sem saber o que fazer, ainda bem que não é o meu filho.
Revirando o papel, comendo lixo da cidade.
Imaginar que tá tudo bem distorcer a realidade.
Minha agonia, razão do meu delírio,
É o meu singular que sempre esteve oculto.
Estranho é sentir que precisamos disso tudo:
Terra da loucura, país do submundo.

Participação vocais: Charles Sant`Anna
Track Name: (Des) Construção
(Des)construção

Desconstrução
Parede, tijolo, cimento, ferro.
Casa, prédio, barraco, mansão.
Cerca elétrica, grades, câmeras.
(In)segurança.

Apartheid social.
Re-construção.
Re-modelação.
Ressurreição.

Parede sem reboco.
Desconstrução.
Status quo, aparência,
Ostentação.
Reconfigure as verdades.

(Re)construção.
Track Name: Sufrágios
Sufrágios (sm. Voto, votação, oração aos mortos)

Oprimidos por um jogo desigual
Social não existe, valoriza o pessoal
Mesquinhos interesses, corrupção generalizada
A lei da selva é a regra, seu voto não é nada

Corrupção, evasão, oremos aos mortos

Luta irreal, ideais versus capital
Na fila de votar viva a cesta básica
Um agrado mal intencionado mata o seu voto

Corrupção, evasão, oremos aos mortos
Track Name: Freakshow
Freak Show

Tem palhaço e tem ladrão
Controlando a situação

Pior que ta já está

É uma grande hipocrisia
Retaliarem o Tiririca

Pior que ta já tá

Difícil de entender toda essa enganação
Politicagem de bandido nos fazendo de palhaço

Pior que ta já está

Circo de horrores
Selva sem lei, é o Congresso em Brasília

Homem com dinheiro na cueca
Mulheres dissimuladas
Florentina dita as regras
Freak Show é o Congresso em Brasília
Track Name: Modus operandi
Modus Operandi

Agir Buscando Convencimento.
Derrubando Estabilidades. Favorecendo Gananciosos. Humilhando Inocentes
Juntos ludibriam. Menosprezam nossa oposição Por que refazer Suas tolices? Umbigo vaidoso.
Xenofobia. Zona.
Track Name: Não existe dúvida
Não existe dúvida

Ira, dor, medo, sofrer

Temer o poder, o inimigo é visível.
Olhe dentro de você.
Você se corrói, seu medo te destrói.
Tenha personalidade: seja você.

Participação vocais: Hugo Medão (Atomic Fear)
Track Name: Greve
Greve

Greve de fome: um homem que morreu
numa luta solitária em pouco tempo esquecida.
Greve de amizade: compaixão é démodé.
Todos por nenhum enquanto um por ele mesmo

Greve!

Greve de honestidade: virtude antiquada
por ludibriar desinformados formando subclasses.
Greve de valores: cada um tem o seu preço.
Depende do ajuste e do princípio a esquecer

Greve!

Greve de paz: guerra pela pacificação.
Roupas brancas e socos de ódio no peito.
Greve de leis: a bandeira da desordem
no (pseudo) Estado Democrático de Direito.

Greve!

Participação vocais: Hugo Medão (Atomic Fear) e Charles Sant`Anna